Calendário Wallpaper 2018

Calendário Wallpaper 2018

2018 começou e estamos com todo gás, já organizamos vários conteúdos para o blog e de agora em diante vamos ter posts mais contínuos por aqui.

Uma das minhas metas para 2018 é ser mais organizada na vida, rsrs, com horários, compromissos, coisas nesse sentido e é isso que nós traz a esse post. Fizemos um calendário personalizado para vocês usarem de papel de parede no desktop, os layouts foram feitos com os temas abordados no blog, nesse link você tem acesso a todos os wallpapers de março a dezembro. Vários outros blogs fizeram isso também porem nem todos deram continuidade na disponibilização de cada mês, por isso já liberei o ano todo pra vocês a fim de facilitar a vida!

Contem pra gente nos comentários quais as metas de vocês para 2018 e se estão seguindo firme e forte atras disso.

Beijos, feliz 2018!

Dica de Viagem, Malásia

Dica de Viagem, Malásia

Olaar… e aqui estamos nós outra vez!!! 😀

Bom no post de viagem anterior falamos sobre Istambul, a dica de hoje é sobre um lugar bem bacana também, vou falar pra vocês um pouquinho de Kuala Lumpur – Malásia.

Começando pelas queridinhas Petronas Twin Tower ou Torres Petronas, que são dois arranha-céus localizados no coração de KL, a construção foi concluída em 1998, tem 88 andares e atualmente é o sexto edifício mais alto do mundo (pronto), com 452 metros, uma das marcas registradas da cidade e não pode faltar na sua lista de lugares para conhecer quando for KL.

Outro lugar incrível que vale apena conhecer é KLCC Park tem um imenso espaço ao ar livre localizado no centro de KL, o parque conta com uma ótima estrutura de bares e restaurantes, além disso, também possui piscinas e playground para crianças.uytrszsdfgh

hhghb

 

Um dos principais pontos turísticos é a Torre Mirante de Kuala Lumpur e de lá o turista tem uma visão impressionante de quase toda cidade.  A torre também possui restaurante, salão de jogos com fliperama, teatro, zona animal com aquário gigante além de diversas lojas onde é possível encontrar os mais diversos souvenirs da Malásia.

 

Para comprinhas temos também o Shopping Pavilion, e a seu redor várias lojinhas bacanas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Aquaria KLCC é um aquário localizado dentro do shopping Suria KLCC. Um passeio onde você aprende sobre animais marinhos e admirar tubarões, arraias e outros peixes coloridos de vários tamanhos. O aquário não é gigante, mas reúne atrações bacanas e permite às pessoas conhecerem um pouco mais sobre determinadas espécies animais e como vivem. Além dos tradicionais tanques com peixes, há algumas atividades interativas; uma delas é um túnel de vidro, onde você pode caminhar quase que “por dentro” do aquário e admirar animais bem de pertinho.

E para finalizar temos o Batu Caves, um pouco mais afastado do centro , 17Km ao norte da capital, e é um ponto turístico bem visado, formam um conjunto de cavernas, e dentro do mesmo espaço tem vários outros entretenimentos. Não é difícil chegar lá de transporte público.

Ao chegar, mesmo de longe, é possível ver um dos maiores símbolos das Batu Caves, o gigantesco Deus Murugan, uma estátua de 43 metros de altura feita de 250 toneladas de barras de aço, 300 litros de tinta dourada e 1.550 metros cúbicos de concreto. Para se ter uma ideia, o Cristo Redentor, sem o pedestal, tem 30 metros de altura. Outra item que chama atenção é a enorme escadaria de 272 degraus, é preciso encará-los para chegar definitivamente às cavernas. A subida é difícil e íngreme, agravada pelo calor e umidade. Mas compensa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bom, eu tive a oportunidade de conhecer esses lugares. KL é um lugar bacana e bem quente como o Brasil também, hahahahaha.

Beijos e até a próxima! ;*

4 passos para arrumar uma mala pra viagem

4 passos para arrumar uma mala pra viagem

Para qualquer tipo de viagem, mesmo as mais rápidas, é importante, sempre, fazer um planejamento. Esse planejamento eu divido em 4 passos simples que vão te ajudar a levar para sua viagem somente o necessário e de uma forma organizada e prática.

Primeiro passo:
Cheque o clima para onde você vai viajar. Veja se vai estar sol, se vai chover, quantos graus vai fazer, etc. Pesquise também sobre o local que você vai ficar, se é um hotel, uma fazenda ou a casa de um amigo, isso vai fazer uma grande diferença para a organização da sua mala. Todas essas informações sobre o clima e o local são importantes para você definir que tipo de roupa e sapatos precisa levar.

Segundo passo:
Defina mais ou menos quais serão as atividades durante a viagem. Fazer uma programação da sua viagem ajuda muito a separar os looks ideais para cada situação. Se a viagem for para uma praia com a família e você vai ficar num resort all inclusive, a quantidade e os tipos de roupa são completamente diferentes de se você for para a mesma praia mas vai ficar numa pousada com vários os amigos.

No primeiro caso, provavelmente você vai passar os dias e noites no hotel, já no segundo caso, você vai ter várias programações fora do hotel como sair pra jantar ou almoçar com os amigos, e até pode pintar uma baladinha. Enfim, fazer essa programação te ajuda a definir a quantidade e os tipos de looks que você vai levar.

Terceiro passo:
Monte os looks. Coloque todas as roupas que quer levar em cima da cama, assim você tem uma visão geral de tudo. É importante ver se as peças combinam entre si para você poder usar mais de uma vez montando looks diferentes. Eu chamo isso de looks coordenados, que são peças diferentes que se combinam e podem formar vários looks. Dessa forma também você não precisa levar vários sapatos de cores e modelos diferentes. Ou seja, se suas roupas forem todas em tons escuros que combinem com preto, basta um sapato preto, entendeu?

Se você vai ficar num lugar 3 dias o máximo de looks que vai precisar são 6, contando que você terá programação durante o dia e à noite. O que estiver além disso é excesso e dispensável.

Quarto passo:
Se você seguiu os 3 passos até aqui sua mala já está praticamente pronta. Você já tem todos os looks separados, combinados e definidos para cada ocasião. Então agora é só colocar na mala e boa viagem.

Beijos, Fernanda Melo!

@fernandamelook

Dica de viagem – Istambul

Dica de viagem – Istambul

Fiquei feliz com a repercussão que o primeiro  post sobre viagem teve, e aqui vem mais um com varias dicas bacaninhas, dessa vez irei falar de Istambul – Turquia.

Bom, o centro da cidade é um ótimo lugar para começar a turistar. Lá, existe um enorme “calçadão“ onde você encontra pequenos comércios de especiarias, lojas para fazer comprinhas, além de alguns restaurantes. Nesse mesmo local tem a Torre de Gálata, onde se tem uma vista privilegiada dos dois lados da cidade (lado asiático e lado europeu) que é dividido por uma enorme ponte.

 

Outro lugar legal é o Palácio Dolmabahçe que fica no Bósforo do lado europeu, O palácio foi o principal centro administrativo do Império Otomano de 1853 a 1922, hoje faz parte dos pontos turísticos de Istambul, aberto durante o dia para passeio, mas é sempre bom verificar os dias e horários de acordo com o período da sua viagem, pois podem haver alterações. Você pode conhecer a parte interna e os cômodos do palácio, porem é cobrada uma taxa que varia de acordo com o cômodo que você vai escolher (é proibido tirar fotos desses ambientes). É um palácio muito bonito tanto por fora, quanto por dentro e pra quem gosta de história, recomendo visitar.

 

10418149_812666375441852_4572866253345176699_n

As duas mesquitas mais conhecidas em Istambul são: Hagia Sofia, onde é cobrada uma taxa para entrar, e Mesquita Azul, que tem entrada livre. Essas mesquitas ficam uma em frente à outra, o que diminui os custos e deixa o passeio mais prático, pois você aproveita a passagem para ir em ambas. Os demais pontos turísticos de Istambul são próximos, mas não dá pra ir andando, é necessário ir de TRAM (transporte público) que é pago.

 

– Mulheres recebem um pano para cobrir a cabeça e os ombros, e também precisam estar com as pernas cobertas para entrar na mesquita azul.
– As torneiras são para lavar os pés.
– A imagem com as luzes acesas, é onde as pessoas fazem suas orações.

Outro lugar legal para visitar são as “ Ilhas Príncipe”, um complexo de nove ilhas espalhadas no Mar de Mármara ao sul-leste do Bósforo. Existem os barcos de transporte até a ilha. Lá você pode fazer um passeio pela ilha a cavalo e almoçar ou toma um café dependendo do horário que for visitar (tudo tendo sua taxa de custo).

 

E para finalizar os passeios temos o  Grand Bazaar onde você vai encontrar milhares de artigos típicos, artesanato local, falsificações de roupas, bolsas, antiguidades, prataria, couro, jóias, livros antigos, e muito mais. 10365819_820258251349331_7009676801273818253_n Não deixem de experimentar os deliciosos doces típicos feitos com pistache, baklavas, castanhas, também o tchai turco e o kebap.

 

Espero ter passado para vocês um pouquinho do que é Istambul e recomendo que coloquem essa cidade maravilhosa no roteiro da sua próxima viagem, essa viagem me fez muito bem e me trouxe um sentimento muito bom, torço para que lhes tragam também.

Obrigada e até a próxima viagem! beijinhos 🙂

Beijos ;*

Vai viajar?

Vai viajar?

Vai viajar? Já sabe que agora você tem limite de tamanho e peso da bagagem?
As empresas aéreas já podem cobrar uma taxa extra aos passageiros que quiserem despachar suas malas. Isso quer dizer que, temos que ser mais criativos e assertivos em nossas escolhas de looks para aquela viagem rápida que você não quer despachar a malinha e também para aquela viagem de férias dos seus sonhos que você não quer pagar os quilinhos extras, certo?

 american-airlines-bagagem-1Até então, em voos domésticos, todos os passageiros tinham direito a despachar uma mala de até 23 quilos e levar uma bagagem de mão de até cinco quilos no avião. Para voos internacionais, a franquia era maior: era permitido o despacho de duas malas de até 32 quilos, com o peso da bagagem de mão variando entre oito e 10 quilos dependendo da companhia aérea, e o cliente não pagava nada a mais por isso, já que o preço da franquia de bagagem estava incluso no valor da passagem aérea.

Agora, ficará a critério da companhia aérea escolher quantas e quais das suas tarifas incluirão ou não a franquia de bagagem – mas aquela que não o fizer deve, necessariamente, ser mais barata do que as já oferecidas atualmente.

Existe um consenso proposto pela ANAC para as companhias aéreas com relação ao tamanho da mala de mão que você pode levar no voo sem despachar, a franquia mínima de bagagem de mão aumenta de 5kg para 10kg, observados limites da aeronave e de volumes, ou seja, pelo que percebi na prática, os tamanhos das bagagens de mãos aceitas variam de companhia para companhia. Em uma viagem que fiz recentemente consegui embarcar em uma companhia aérea com minha mala de mão sem despachar, já em outra companhia fui barrada por um funcionário quando já estava entrando no avião. Ele disse que minha bagagem estava fora do padrão e precisaria ser despachada, para isso utilizou uma caixa, que tinha as dimensões padrões da companhia aérea para comparar com a minha mala que era um pouco maior que o exigido. Como eu já estava praticamente dentro do avião a mala foi despachada, sem custo extra, porém eu não me senti nada confortável com a situação pois tinha colocado algumas coisas frágeis nessa mala sem contar que ela poderia ser despachada.maladem

Como eu estava viajando com meu marido e nossas malas de mão eram de marcas diferentes uma delas passou e a outra não. Minha dica então é, seguir as dimensões da minha mala que não teve que ser despachada.

Ah e atenção, se você está pensando em comprar uma mala de mão pequena para viagens, cuidado com a proporção da mala que a loja vai te oferecer. Digo isso porque na semana seguinte à minha viagem fui à uma loja, aqui na minha cidade, e perguntei à vendedora quais os modelos de malas que ela me sugeria para não ter que despachar, e um dos modelos que ela me ofereceu era idêntico ao que eu tive problemas para embarcar. Então, cuidado!

Vou passar aqui as dimensões da minha mala de mão que embarcou sem problemas nas duas companhias aéreas e na próxima quinta vou dar algumas dicas de como fazer uma mala pequena com looks bacanas para uma viagem de 3 dias.

 

WhatsApp Image 2017-08-10 at 12.17.59

 

Beijos e até a próxima, Fernanda Melo.

Música Eletrônica

Música Eletrônica

Quem acompanha nos acompanha nas redes sociais sabe o quanto gostamos de música eletrônica, então para falar desse assunto convidamos nosso amigo Thalisson que vai falar sobre música e o estilo que ele toca e nós adoramos!

Oi! Meu nome é Thalisson, tenho 26 anos, sou publicitário e atualmente gasto meu dinheiro/energia/empenho em um prazeroso hobbie: discotecagem. (Imagem a cima)

Residente da mais nova casa noturna de Cuiabá, a VOZZ – também sigo a frente de dois projetos no Garden – Shisha (às quintas feiras, a partir das 20h) e uma edição mensal do THE AFTER (um domingo do mês, a partir das 05h).

VOZZ.jpg

Mas vamos direto ao assunto e falar do que realmente nos interessa nisso tudo: MUSIC!
A pedido dessas duas, vou falar um pouco sobre música eletrônica, mais especificamente das vertentes que mais gosto e que são as mais ouvidas nas pistas de Hell City.

Além disso, exemplificarei com algumas músicas de produtores conhecidos e desconhecidos a fim de também mostrar as diferentes faces de cada estilo musical.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa:

House

Surgido em Chicago, nos Estados Unidos, na primeira metade da década de 80, há muitos mitos de como este estilo musical surgiu. Mas de uma coisa todo mundo sabe: ali foi o início de tudo. Com uma batida 4/4, feita sempre a partir de uma bateria eletrônica, ligada a uma linha sólida de baixo e samplers (que são pequenas porções de voz ou instrumentos de outras músicas), o house é conhecido também como uma revolução da disco music dos anos 70.

A propósito, o house também serviu como base para outras sub-vertentes que seguem muito fortes e presentes nas principais pistas do Brasil e do mundo, tais como: o Tech House, Deep, Electro e Progressive.

Tech House

O Tech House é um meio termo entre as batidas avassaladoras do house e as minimalísticas batidas do techno. Comparado a house music, o tech house injeta uma certa sofisticação à música, enquanto mantém a personalidade do techno junto da minimalidade do techno. O estilo parece visivelmente mais “artificial” do que a house music, que geralmente contém elementos de jazz, bem como a abundância de bateria.

O som é popular porque é perfeito para os clubs, independente de você sentir vontade de dançar ou curtir com os amigos.

Techno

Estilo musical eletrônico que surgiu em meados de 1980 e refere-se primariamente a um estilo em particular criado nos EUA com influências alemãs e desenvolvido nos arredores da cidade de Detroit, subsequentemente adotado por produtores europeus.

As características que mais marcam o Techno são, entre outras, a presença de poucos elementos musicais, batidas bem marcadas, breaks longos e grande repetição. Geralmente tem o BPM (batidas por minuto) maior que o Deep House e menor que o Progressive House, por exemplo. O termo Techno é frequentemente utilizado erroneamente para descrever todas as formas de música eletrônica.

Assim notamos uma certa ligação entre todos esses gêneros e como toda a música eletrônica está, de certa forma, interligada entre si:

WhatsApp Image 2017-06-20 at 15.09.57.jpeg

Como a ideia era uma passagem bem rápida e direta sobre estes gêneros e também voltar para falar detalhadamente de cada um deles, ficamos por aqui.

E ah, lembrando que durante uma apresentação, o DJ quase nunca fica preso a apenas um estilo e geralmente faz uma transição entre eles.

Dentro do soundcloud vocês encontrarão o link de embed para blogs, dentro de share.

Até a próxima! ;*

Então é isso galerinha, convidamos todos vocês a curtirem o som deste rapaz na Vozz ou no Garden, para saber a agenda dele só seguir no Instagram @thalissu.

Beijos.

Dress Code

Dress Code

 


Toda empresa tem um Dress Code. Opa, mas o que é isso? Um departamento, um formulário ou um benefício? Nenhuma das anteriores, Dress Code é o código de vestimenta da empresa, que serve para definir como você deve se vestir no ambiente de trabalho.

No ambiente profissional você traz seus conhecimentos, habilidades e se apresenta por meio da aparência – a “embalagem” que comunica muitas coisas sobre você. A aparência representa uma oportunidade de vender sua imagem de maneira positiva aos colegas, supervisores e clientes com os quais você interage diariamente.

Pensando nisso, vamos falar um pouquinho sobre esse tal de Dress Code. Todas as empresas possuem um Dress Code, em algumas ele é bem definido, são as que utilizam uniformes, por exemplo. Nesse caso, você só tem que usar e manter o seu uniforme sempre limpo e em bom estado.

Já as empresas que não utilizam uniformes, podem ser divididas em dois tipos: as formais e as informais. As informais permitem que você ouse mais na hora de se vestir, utilizando cores e modelagens mais modernas nas roupas e acessórios, por exemplo. Porém para os dois tipos de empresas existem algumas regras de vestimenta que sempre devem ser levadas em conta.











– Chinelos ou rasteirinhas – a menos que você trabalhe na praia 😉

Essas peças citadas acima podem fazer parte do seu vestuário de balada, de festa ou de final de semana, mas nunca devem fazer parte do seu look de trabalho.

No trabalho queremos passar uma imagem de credibilidade, responsabilidade, segurança e competência. Um chinelo ou rasteirinha passam a mensagem de descontração e despreocupação. Um decote ou uma saia curta e justa podem passar uma imagem mais sexy e sensual e não de competência e seriedade.

Separei alguns exemplos de looks formais e informais, veja qual se encaixa melhor pra você e seu local de trabalho:

Looks formais: são muito utilizados para advogados, médicos, executivos de grandes empresas, etc. O Look formal caracteriza-se por roupas de cortes mais clássicos como alfaiataria e cores mais sóbrias, mas nem por isso precisam ser looks caretas. Abaixo algumas opções mais clássicas e moderninhas também.

Looks informais: são looks para quem trabalha na área de moda, comércio, agência de publicidade, enfim empresas que tenham um ambiente mais liberal e informal.

3

É importante que sua postura e sua aparência transmitam aos seus colegas, supervisores e clientes a mensagem de que você está pronto para o trabalho, preparado para assumir seu papel com competência, no ambiente de trabalho podemos sim trazer a nossa personalidade à nossa maneira de nos vestirmos, porém, dando prioridade ao que é mais importante que são nossas competências e habilidades para o trabalho na empresa.

Existem várias maneiras de fazer um look bonito e moderno para o trabalho sem cair na mesmice. Veja qual é o seu e inspire-se.

Beijos, Fernanda Melo.

Dica de viagem – Milão

Dica de viagem – Milão

Nós adoramos viajar e nada melhor do que levar varias dicas dos melhores lugares para visitar em determinada cidade ou país. E essa dica vai ficar por conta da Adriana Grander, ex-modelo internacional, que já morou em vários países. Hoje ela vai falar sobre Milão

Bom então vamos falar de Milão… pra você que está com vontade de se aventurar pelas belezas europeias, um lugar muito bacana que não pode ficar de fora é essa cidade linda. Vou dar dicas de alguns lugares que não podem ficar fora da sua lista de passeios.

Pra começar a famosa Catedral de Milão (Duomo di Milano), situada no centro da cidade. Essa igreja é sensacional vale apena conferir todos os detalhes, um monumento tão lindo e cheio de historias, traz uma paz só de estar diante dela. Logo ao lado tem a Galeria Vittorio Emanuele outro lugar maravilhoso e cheio de historias e rico em detalhes, uma delas é sobre o touro desenhado no chão existe uma curiosa tradição com duas versões, ao gosto de cada um: com o calcanhar do pé direito nos testículos do animal dar 3 voltas inteiras para obter sorte na vida, ou a certeza de voltar a Milão (à esquerda do octagono indo em direção da Praça Scala) . É pura superstição, mas todo mundo faz. O edifício também hospeda ainda cafés e restaurantes históricos de Milão como o Biffi, Il Camparino e o luxuoso Savini, lojas de griffe como Prada, Louis Vuitton, Tod´s, junto com a Via Monte Napoleone, situada na mesma região. Logo a frente da Galeria fica a San Babila onde estão as lojas comerciais, outro lugar maravilhoso para visitar e fazer compraaas.

Nas imagens abaixo você pode conferir as fotos dos lugares acima respectivamente.

 

Outro lugar pra passear é o Castelo Sforzesco (com entrada gratuita um dia da semana) onde se tem museus, aquário e logo atrás o Parque Sempione que é uma delícia passar a tarde com os amigos tomando um gelato e depois fazer um típico aperitivo milanês olhando para o Arco della Pace, no Corso Sempione onde ficam vários barzinhos e oferecem aperitivos entre 10 a 15 euros com direito a self-service. Outro lugar bom para aperitivo também é no Corso Como.

Nas imagens abaixo você pode conferir as fotos dos lugares acima respectivamente.

 

 

O Navigli, que hoje é sem dúvida um dos bairros mais divertidos de Milão, é alternativo, descolado, onde você encontra todos os tipos de pessoas, um ótimo passeio pelos canais, que antigamente eram utilizados para o transporte de pessoas e mercadorias e para a irrigação.

Outro ponto legal é o Cimitero Monumentale, onde se tem túmulos clássicos e contemporâneos, onde as famílias mais famosas de Milão estão descansando e detalhe: quase todas ruas de Milão tem algum sobrenome que está enterrado nesse cemitério. Vale a pena dar uma olhadinha!!!

E não podemos esquecer da Centrale, a principal estação de trem de Milão. Onde circulam trens para cidades e países vizinhos.

Nas imagens abaixo você pode conferir as fotos dos lugares acima respectivamente.

 

 

Bom, procurei mostrar um pouco de Milão pra vocês e espero que gostem e visitem um dia essa cidade pequena, aconchegante e com várias coisas bacanas e detalhes para serem vistos pessoalmente.

Beijinhos Adriana Grander 😀

Fiquem ligados, vamos trazer outras dicas da Adri sobre outras cidades e países.

Beijos!